EU não ACEITO!

Muitas vezes aqui na HipnoMais, na entrevista com osnão aceitamos cheques clientes eu me pego ouvindo novamente, como uma gravação, as pessoas dizendo que não aceitam.

EU NÃO ACEITO!

Dizem que não aceitam o que a mamãe fez, que não aceitam que foram assaltadas, que não aceitam que foram traídas, que não aceitam que foram humilhadas, que não aceitam isso ou aquilo e mais isso e mais aquilo e de quebra aquilo outro também. E para ficar mais maluca a conversa ainda dizem que se ocorrer, lá no futuro, se ocorrer X coisa jamais irão aceitar.

Eu ouço isso tanto que resolvi escrever algo e mostrar a minha visão sobre isso depois de ficar com essa pulga me mordendo a orelha.

O que é aceitar? O que dói tanto? O que quero preservar quando não aceito? Será que sei o que é aceitação?

Depois disso comecei a fazer pequenas perguntas aos clientes e constatei que as pessoas acreditam que aceitar é concordar com o fato ocorrido. Aceitar é deixar a porta aberta para que ocorra novamente o fato anterior, é colocar sua assinatura no quadro.

Aceitar não quer dizer que você concorda. Aceitar em nenhum momento é admitir que se é conivente com a ocorrência. Aceitar não é loucura ou fraqueza, aceitar é se tornar consciente do fato ocorrido, saber que é algo passado e não dar a ele mais atenção do que ele merece.

Aceitar é saber que algo ocorreu, que você não concorda, que vc não está dando bola, não está mais nem aí com aquele comportamento de x pessoa, x empresa, x programa, etc… mas não pode fazer nada para que aquilo que já ocorreu não faça parte do passado. O que você tem de fazer é realmente deixar no passado e bem passado!

Quando você não aceita você carrega no seu hoje aquela coisa que te coça a cada segundo, atrelado ao momento presente, aquela ocorrência passada como se estive ocorrendo agora, no hoje, nesse segundo, nesse instante e sua vida começa a circular em torno do fato passado que você carrega no bolso, quente queimando, mas carrega todos os dias,  juntinho de você, como um amuleto da sorte (do azar).

O sentimento é presente. As reações são presentes. A dor é presente quando não se aceita.

Aceitação é saber que existiu um fato  e nem por isso preciso carregar para sempre comigo.

Aceitar é rasgar a promissória, é jogar a dívida no lixo: ninguém me deve nada e não devo nada a ninguém.

Aceite e rasgue essa dívida e vai gastar alegria e vida, sem miséria (nada pior do que poupa sentimentos) com quem você quiser.

Marcelo Nicoläu

Hipnoterapeuta

HipnoMais Hipnose Clínica e Cursos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *